Moda e responsabilidade social

onda verde

A moda tem um lado negro,modelos anoréxicas,uso de peles,instituição de um padrão de beleza inatingível,é um instrumento da indústria cultural,instigação do consumismo etc…

A comunicação também. Pois afinal, quem realiza o trabalho de divulgar essas idéias e padrões do mundo fashion são os profissionais e meios de comunicação.

Mas hoje, eu vou falar sobre a parte positiva.

Estamos inseridos numa onda verde, sem querer fazer política, a consciência ambiental e responsabilidade social nunca estiveram tão em alta.Algumas empresas de cosméticos não testam mais seus produtos em animais(o que eu acho mais que ótimo),outras só utilizam produtos naturais e extraídos de forma que o manejo seja sustentável.Marcas não fazem mais o uso de peles(iei!) e alguma nem de couro!Associam-se a causas significativas e investem em melhorias sociais.

Stella Mccartney,por exemplo,é vegan e adepta do PETA,ou seja,nada de crueldade com os animaizinhos o que já dá um diferencial super importante a marca.

Carolina Herrera se uniu a campanha contra o câncer de mama.E lançou a edição limitada rosa da fragrância CH cujo lucro total será revertido para a American Cancer Society,projeto do qual ela participa há três anos.

A Natura tem todo um projeto de sustentabilidade, do manejo ,a fabricação a venda dos produtos.

Victoria Secrets,Mac,Contém 1gr,Avon,O Boticário,Embelleze,Revlon,Clinique,Dior são algumas das marcas que não testam seus cosméticos em animais.

Vários estilistas não aceitam modelos com IMC abaixo da linha normal e muitos começaram a usar modelos plus size em seus desfiles.

As iniciativas são amplas e o valor agregado a essas marcas,ao se comprometerem com causas ambientais e sociais ,é tão grande que muitas vezes pode substituir um investimento maior em marketing.Sem contar que ,no Brasil pelo menos, ao apresentarem essas iniciativas muitas empresas acabam isentas de impostos.

Os ganhos são muitos, fato.Modos de se ser social e ambientalmente responsável existem aos montes,o valor agregado a marcas responsáveis é imenso!Só faltam agora as grandes marcas se conscientizarem disso.Não é titio Lagerfeld?

casacos de pele

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Moda e responsabilidade social

  1. royama13 disse:

    Concordo plenamente com tudo colocado no post.
    Realmente empresas que trabalham diretamente com moda têm mudado seus métodos de trabalho para uma forma mais consciente.
    Mas fico me questionando. Será que essas empresas realmente tiveram uma tomada de consiciência ou estão mudando simplesmente por receio de perderem mercado.
    Acredito na segunda opção, mas já é alguma coisa, não?

    Parabéns pelo post.

    Rodolfo Sampaio.

    • yasmarques disse:

      Oi! Eu fiz esse post,pois estavamos discutindo algo nesses parametros na aula hj.E o consenso foi mais ou menos de qu: no existe ao sem interesse,pois afinal,as marcas,no caso,esto a para serem consumidas,mas que mesmo com interesse essas aes so vlidas,pois geram mudana. Eu concordo com vc,td comea com alguma coisa e essas aes j sa um bom comeo. Obrigada pelo comment!=) beijinhos

      Yasmin Marques

  2. Pingback: Rabo de raposa,moda e crítica | Relações Públicas na Moda

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s